19 de Abril de 2014

Número de visitas

Visualizações de Conteúdo : 886885

Acessar área restrita

Cadastro gratuito!



CADÚNICO VERSÃO 7: Capacitação de Gestores e Técnicos já começou. Veja relato da experiência!
Escrito por José Weber Pereira - Manhumirim MG   

Colegas, compartilho com vocês a importante experiência de ter participado da CAPACITAÇÃO da Versão 7 do CadÚnico realizada pela Caixa em Belo Horizonte nos dias 26 e 27 de outubro.

Eu estava bastante curioso e ansioso por conhecer a nova versão para ver se resolveria, de fato, os problemas da atual versão 6; se seria fácil de operar; Enfim, o novo formulário já tomamos conhecimento que aumentou e teve bastante mudanças, mas o sistema ainda não estava sendo mostrado.

No treinamento realizado pela Caixa Econômica Federal, tivemos a oportunidade de exercitar cada funcionalidade da Versão 7: Buscar Família (já disponível para acesso), Cadastrar Família, Gerir Família, Relatórios etc. Foram apresentados detalhes do sistema e na prática, um computador por pessoa, exercitamos atividades como: cadastrar família, cadastrar membros sem certidão de nascimento, cadastrar família de moradores de rua, transferir família de um município para outro ou pessoas de uma unidade familiar para outra etc.

A minha primeira impressão que quero compartilhar com vocês é que o Novo CadÚnico está muito fácil de trabalhar, não trará tantos transtornos com a versão 6  uma vez que acessaremos a base nacional. A repercussão no SIBEC será primeira noite após as atualizações/inclusões cadastrais. Outro detalhe importante é que os dados da atual versão serão migrados para a nova e, apesar de serem migrados com pendências (que deverão ser resolvidas posteriormente), o prazo para essa revisão/atualiazação cadastral continua o mesmo (de 2 em 2 anos). Eu estava preocupado achando que com a mudança teríamos que fazer multirão para atualizar os cadastros migrados em pequeno intervalo de tempo, mas isso não será necessário pois poderá ser feito dentro do prazo da revisão do cadastro da família. Um processo que ficou moleza é fazer a transferência de família ou de pessoa de uma unidade familiar para outra (inclusive, de Município). Com a nova versão, posso buscar uma família que residia lá no Amapá e trazer o seu cadastro para o meu município (não sendo necessário pedir ao gestor de lá, a liberação para isso). Assim, a presença da família solicitando sua transferência já é condição para que possamos buscar seu cadastro.

Os relatórios nos ajudarão a ter idéia das famílias que vieram para meu município por transferência ou que foram embora. O sistema possuirá relatórios pré-definidos, mas será disponibilizado um software offline para quem quiser baixar a base para consulta e gerar relatórios personalizados ou mesmo cruzar informações com outros cadastros (essa notícia me alegrou).

Segundo informação passada, TODOS os municípios serão convocados para o treinamento da nova versão (duas pessoas por município). A convocação está sendo feita seguindo a lista e ordem disponibilizada pelo MDS. Não percam essa oportunidade!